Entendendo Bonito – MS: como programar a sua viagem.

Bonito é bonito, não há dúvida alguma disso.  Águas transparentes repletas de peixes, cachoeiras, trilhas e cavernas. Vale ser visitado. Bonito traz uma proposta de um ecoturismo totalmente bem estruturado.
A maioria dos passeios são feitos em Reservas Particulares de Proteção Ambiental. Em geral são áreas que pertencem a grandes fazendeiros da região. E você paga para entrar.  Os espaços de receptivos são extremamente estruturados, oferecem almoço. As trilhas são cuidadas e por ocasiões feitas em estruturas  suspensas, você nunca fica desacompanhado de um monitor.  Os locais possuem número de visitantes por dia e por atividade. Você não pode chegar em uma atração para ver se tem vaga, até porque são um pouco distantes umas das outras. É necessário se dirigir para uma agência e fazer a reserva. Por meio de um sistema integrado a agência faz a reserva para a atividade garantindo a vaga.

 

Existem alguns tipos de passeios clássicos em bonito: flutuações, cachoeiras, balneários e cavernas. Em preço todas as flutuações são praticamente iguais, o mesmo serve para os de cachoeiras, balneários e cavernas. É tudo meio que tabelado. Você só precisa ver as especifidades de cada um e escolher o que julgar melhor.  Também há opções de arvorismo, boiá cross, rapel, mergulho e observação de pássaros.

  

  

Os atrativos não estão localizados no  centro de Bonito, alguns bem famosos chegam a ser em outros municípios, como a Lagoa Misteriosa e o Buraco das Araras que ficam no município de Jardins. O deslocamento até os atrativos pode ser feito de transfer, contratado nas agências,  ou de carro, por conta própria. Caso decida ir de carro, saiba que existe sinalização. As agências disponibilizam mapas detalhados e informam as distâncias exatas e o tempo necessário para o deslocamento.

      

       

Em Bonito, não existe, ou se existe é bem escondido, uma cachoeira ou um pedaço de rio para tomar banho que não seja de ninguém. Tudo é pago. A preocupação com a preservação ambiental é grande, o que é bonito de se ver.

Se você  é louco para viver uma aventura, trilhar, entrar em contato com a natureza, mergulhar, mas tem medo de fazer isso sozinho. Você não é daqueles que entraria em uma trilha desconhecida e se jogaria no primeiro rio que visse no caminho com muita naturalidade. Ou seja, você gosta, mas precisa se sentir seguro, Bonito é o seu lugar. Em Bonito você descobrirá o aventureiro que existe dentro de você.

Agora se você é um ecoturista experiente, trilheiro e desbrava corajosamente qualquer local quase que intocado, você concordará que Bonito é bonito. Permita-se viver a estranha experiência de sempre saber o lado certo da trilha, ter banheiro extremamente limpo, além de comer confortavelmente uma comida de fazenda bem servida no meio do mato.

  

Bonito é bonito! Tão bonito que faremos aqui no blog outras postagens contando sobre os diversos atrativos. Você conhece? Tem alguma dúvida para programar a sua viagem? Comenta aí.

1654395_733690996705030_6834893702885515730_n