Santuário de N. S. de Fátima: permita-se sentir!

No último dia 13 maio comemorou-se 100 anos das aparições de Nossa Senhora em Fátima. Também foi celebrado, na mesma ocasião, a canonização dos pastores Francisco e Jacinta. Nada melhor do que recordar aqui no blog nossas andanças em Fátima.

Primeiro ponto que precisa ficar claro: Fátima é surpreendente. É um lugar que contagia, nos envolve de bons sentimentos. É mais do que um Santuário. É algo que se sente fortemente. Aqui recordo o que uma amiga não-católica disse-nos, em certa ocasião, que se emocionou muito quando esteve em Fátima. Por mais que ela não compartilhasse na fé de inúmeros devotos ali, ela sentiu a essência do local.

Caso queira saber mais sobre as aparições de Nossa Senhora em Fátima, sugerimos clicar aqui e acessar as narrativas das aparições na página oficial do Santuário de Fátima.

O primeiro passo para conhecer um local, claro, é saber como chegar. Portugal tem duas grandes cidades Porto e Lisboa. Fátima fica a 196 km de Porto e a 130km de Lisboa. Quase sempre pensamos em pegar um trem na Europa quando pensamos em fazer algum deslocamento para alguma cidade, mas para Fátima isso não é possível. Não há trem. Você precisa pegar um ônibus, fazer uma das várias excursões para peregrinos que são oferecidas ou alugar um carro.

Chegando em Fátima é possível fazer o mais importante e esperado: visitar a basílica de N.S. de Fática  e a capela das aparições. O complexo da cidade, também apresenta uma gama de atividades para serem realizadas.

Entre os demais locais a serem visitados estão a Basílica da Santíssima Trindade. Ali bem pertinho fica também o imperdível Museu do Santuário de Fátima. A 2km de Fátima encontra-se a casa de Lúcia e a casa de Francisco e Jacinta, em Aljustrel.  O Museu de Cera, conta a história das aparições com imagens repletas de realismo. Entre as atrações da mesma técnica destacamos também o Museu Vida de Cristo, que narra cenas da vida de Cristo por meio de esculturas de cera. Para completar o passeio vale uma caminhada pela Visa Sacra… Enfim, são tantos cantos maravilhosos em Fátima, que fica difícil mencionar o mais importante para ser visitado. É uma questão de tocar o coração.

                 

Só é possível entender Fátima pisando lá, por isso sugerimos que se você ainda não foi, coloque Fátima na sua lista de locais a serem visitados. E quando estiver lá não veja apenas, permita-se sentir!

E você? Conhece? Comenta aí.